terça-feira, 4 de agosto de 2015

Grupos identificados na Pesquisa para Espíritas [4/5]


Análise de Conglomerados (clusters)
Foi utilizada a ferramenta estatística Análise de Conglomerados (clusters) que identifica características semelhantes dos indivíduos da pesquisa, criando grupos cujos integrantes sejam tão semelhantes entre si quanto diferentes dos outros grupos quanto possível.
Foram feitos dois estudos. Inicialmente em uma primeira segmentação com 800 respostas e no encerramento da pesquisa com a segmentação final de 1204. Nesses estudos foi possível identificar 4 clusters (grupos) na primeira segmentação e 5 clusters distintos de espíritas na segunda e final segmentação.
Após a análise dos dados em 4 clusters, foi realizado um segundo experimento de segmentação considerando a existência de 5 clusters.
A tabela de correlação entre os grupos formados na primeira e segunda segmentação, apresentada na figura abaixo indica que os grupos B, C e D não apresentaram significativas mudanças podendo ser utilizados os mesmos parâmetros apresentados no primeiro experimento de segmentação.

Figura 1 - Tabela de correlação entre as segmentações em 4 e 5 clusters

Já o grupo A, embora mantendo forte correlação com o anterior, se segmentou em dois. Os dois segmentos surgidos do anterior indicam as seguintes características que os distinguem:

Grupo A
Tipicamente formado por homens maduros, leitores muito bons, que não atuam em mediúnica, não realizam o Evangelho no Lar, rebatem o movimento federativo, consideram que o Espiritismo não é religião, rejeitam a afirmação Brasil Coração do Mundo, têm restrições à obra de André Luiz e consideram que Chico Xavier não foi Kardec.  Para este grupo, as tarefas prioritárias da casa são: Estudo e Divulgação.  Princípios: Reencarnação, Mediunidade e Lei de Evolução. Jesus não evoluiu em linha reta e Lei de Causa e Efeito não é rígida.

Grupo E
Muito semelhantes ao grupo Dirigentes (Grupo B), mas apresentam uma absoluta oposição a um único ponto: Para este grupo, à semelhança do Grupo A, Espiritismo absolutamente não é religião. Os conceitos sobre Jesus são levemente menos cridos.

Grupos Identificados

Grupo A - Os Contestadores [7%]
Grupo B - Os Dirigentes [26%]
Grupo C - Os Convertidos [24%]
Grupo D - Os Frequentadores [33%]

Grupo E - Os Pensadores [17%]

Grupo A - Os Contestadores [7%]
86% Masculino
Os que menos frequentam (63%)
59% são palestrantes e 20% dirigentes
Apenas 8% em atividades mediúnicas e pouco nas demais
Apenas 17% faz Evangelho no Lar
Origem: 52% era católico e 22% sem religião
Acreditam que o Espiritismo avança lentamente
Consideram que os espíritas possuem conhecimento da doutrina só moral e básico
54% de concordância com princípios
Críticos ácidos da FEB = Ruim a razoável. Nota 2,0
Críticos da Federativa = Ruim a razoável. Nota = 2,2
Críticos da Casa Espírita = Razoável a bom. Nota = 5,4
Forte: Ciência Filosofia e Moral (80%)
84% conhecem a tese de Roustaing
55% concordam com André Luiz
17% de concordância com a afirmação de Brasil, Pátria do Evangelho
Estudo e Divulgação são as atividades principais
Reencarnação (70), Evolução (54) e Comunicação(48) são os principais diferenciais
Apenas 7% considera que Chico é Kardec
15% entendem a Causa e Efeito como inflexível
Bons leitores. O Livro dos Espíritos (99) as demais próximas de 90
1/3 não leu Obras Póstumas e 61% não leu Viagem
20% creem na evolução reta de Jesus
38% entendem que Jesus foi médium de Deus
45% acham que Jesus foi o “Espírito de Verdade”


Grupo B - Os Dirigentes [26%]
58% Masculino e mais velhos
100% frequentam e trabalham na casa espírita
87% é palestrante. 59% dirigentes. Trabalhador antigo
62% em mediúnica. Atuam mais em todas áreas
90% fazem o Evangelho no Lar.
Origem: 41% eram católicos e 47% espíritas
Espiritismo avança razoavelmente
Conhecimento básico dos espíritas
86% de concordância com a doutrina
Nota para FEB: 5,7. Razoável, quase bom
Federativas = levemente piores que a FEB. Nota: 5,3
Casa Espírita = Bom. Nota = 6,5
Ciência, Filosofia e Religião (89%)
2/3 conhece a tese de Roustaing
95% de concordância com os relatos de André Luiz
77% de concordância com a Brasil, Pátria do Evangelho
Estudo e Divulgação, mas Atendimento Fraterno (30%)
Reencarnação (75), Causa Efeito (44) e Comunicação (38) são diferenciais
Para 34% Chico é Kardec
52% Lei de Causa e Efeito rígida
Leram: OLE, OLM e ESE (>90%) . O que é Espiritismo, O Céu e o Inferno e Gênese (80%)
1/3 não leu Obras Póstumas e 3/4 não leu Viagem Espírita em 1862
45% creem na evolução reta de Jesus
53% veem Jesus médium de Deus
65% acham que Jesus foi o “Espírito de Verdade”

Grupo C - Os Convertidos [24%]
65% Feminino
95% frequentam e 87% atuam a casa espírita
59% na mediúnica. 31% palestra. Trabalhador 8 anos
Estão nas atividades sociais (25%) e recepção (21%)
74% faz Evangelho no Lar
Origem: 80% eram católicos e 8% espíritas
Espiritismo avança razoavelmente
Conhecimento básico dos espíritas sobre a doutrina
80% de concordância com a doutrina
Nota para FEB: 6,0. Razoável, quase bom
Federativas = levemente piores que a FEB. Nota: 5,6
Casa Espírita = Bom. Nota = 7,0
Ciência, Filosofia e Religião (86%)
29% conhecem a tese de Roustaing
95% de concordância com André Luiz
75% de concordância com a Pátria do Evangelho
Estudo (56%) e Atendimento Fraterno (40%) são as atividades principais
Reencarnação (63), Causa Efeito (55) e Caridade (42) são os principais diferenciais
Para 52% Chico é Kardec
73% Lei de Causa e Efeito rígida
Leram: OLE, OLM e ESE (>90%). O que é Espiritismo, O Céu e o Inferno e Gênese (60%)
72% não leram Obras Póstumas e 97% não leu Viagem Espírita em 1862
70% creem na evolução reta de Jesus
57% veem Jesus médium de Deus
67% acham que Jesus foi o “Espírito de Verdade”

Grupo D - Os Frequentadores [33%]
66% são do sexo feminino e mais jovens
90% frequenta a casa espírita. 57% trabalhador
Não são palestrantes, muito menos dirigentes
Atuam pouco e nas áreas mediúnica (22) e social (21)
55% fazem Evangelho no Lar e 55% também estudam
Origem: 60% eram católicos e 27% espíritas
Espiritismo avança razoavelmente
Conhecimento básico dos espíritas sobre a doutrina
80% de concordância com a doutrina
Nota para FEB: 6,3. Bom
Federativas = levemente piores que a FEB. Nota: 5,9
Casa Espírita = Bom. Nota = 7,3
Ciência, Filosofia e Religião (72%)
14% conhecem a tese de Roustaing
93% de concordância com os relatos de André Luiz
64% de concordância com a afirmação de Brasil, Pátria do Evangelho
Estudo (61%) e Atendimento Fraterno (41%) atividades principais
Reencarnação (71), Causa Efeito (58) e Evolução (38) são diferenciais
Para 42% Chico é Kardec
79% Acreditam na Lei de Causa e Efeito rígida
Leram: ESE (80%), OLE, OCI e A Gênese (60%), demais obras com pouca expressão
62% creem na evolução reta de Jesus
51% veem Jesus médium de Deus
64% veem Jesus como “Espírito de Verdade”

Grupo E - Os Pensadores [17%]
Muito semelhantes aos Dirigentes, mas Espiritismo não é religião. Os conceitos sobre Jesus são menos cridos.
70% Masculino
Os que menos frequentam (86%)
74% palestrante. 30% dirigente
Apenas 36% em mediúnicas
Apenas 52% fazem Evangelho no Lar
Origem: 43% eram católicos e 36% espíritas
Espiritismo está entre estagnado a lento
Conhecimento só moral a básico dos espíritas sobre a doutrina
69% de concordância com princípios
Críticos ácidos da FEB = Razoável. Nota 3,5
Críticos Federativa = Razoável. Nota = 3,5
Casa Espírita = Quase bom. Nota = 5,7
Forte: Ciência Filosofia e Moral (94%)
82% conhecem a tese do corpo fluídico de Roustaing
70% concordam com os relatos de colônias espirituais de André Luiz
43% de concordância com a afirmação de Brasil, Pátria do Evangelho
Estudo e Divulgação e 16% Atendimento Fraterno
Reencarnação (75), Evolução (53) e Comunicação (43) são diferenciais
Apenas 17% Chico é Kardec
25% acredita na Lei de Causa e Efeito rígida
Excelentes leitores. Leram quase tudo de Kardec!
1/3 não leu Obras Póstumas e 2/3 não leu Viagem Espírita em 1862
24% creem na evolução reta de Jesus
37% veem Jesus médium de Deus

52% consideram Jesus como o “Espírito de Verdade”

Pesquisa para Espíritas
Lançada em 25 de junho de 2015 e encerrada em 31 de julho de 2015.
Elaborada com 40 questões, sendo sete questões de qualificação.
Utilizado o formulário eletrônico do Google para montar a pesquisa e distribuir por meio de dois mil e-mails, solicitações de retransmissão a formadores de opinião e postagens em grupos sociais.
A população alvo foram os espíritas estimados em 2% da população brasileira.
A amostra obtida foram 1204 respostas válidas provenientes de 23 estados brasileiros, com maior concentração em SP e ausência do Amapá, Maranhão, Tocantins e Roraima.

Esta análise foi colaboração de Jorge Elarrat de Porto Velho, Rondônia, engenheiro eletrônico com mestrado em Administração e Analista de Pesquisas do IBGE.