quarta-feira, 27 de julho de 2016

Resultados - Pesquisa para Espíritas de 2016 - Parte 3 de 3

(continuação da postagem Resultados - Pesquisa para Espíritas 2016 - Parte 2 de 3)


31. Você gosta de ouvir músicas com letras espíritas?
A maior parte dos espíritas (55,3%) respondeu que sim.

31. Você gosta de ouvir músicas...
Qtde.
%
Algumas
1.357
28,3%
Não
790
16,5%
Sim
2.655
55,3%
Total
4.802
100,0%

32. Você tem reduzido a carne nas suas refeições?
Apesar de ser comum nas atividades chamadas de cura e de efeitos físicos pedir aos médiuns não comer carne, a pesquisa mostra que apenas 4,1% tiveram essa recomendação.
Entre a maioria que se alimenta de carne, 51,1% reduziram ou pensam em reduzir.

32. Você tem reduzido a carne...
Qtde.
%
Eu não como carne
451
9,4%
Não, eu como carne nas refeições
1.700
35,4%
Não, eu como carne nas refeições, mas estou pensando em reduzir ou parar
886
18,5%
Sim, reduzi por minha própria iniciativa
1.567
32,6%
Sim, reduzi por recomendação espiritual
198
4,1%
Total
4.802
100,0%

33. O que você acha das orações feitas no Centro Espírita?
A grande maioria diz preferir as orações espontâneas (88,9%), embora o que se constata é o costume de usar orações decoradas tradicionais.
Aqui pode ter tido a tendência de se responder como a pessoa entende que deveria ser, e não, como realmente ocorre.

33. O que você acha das orações...
Qtde.
%
Não aprecio ouvir orações em público
103
2,1%
Prefiro as orações criadas na hora pela pessoa que faz a prece
4.269
88,9%
Prefiro as orações decoradas tipo Pai Nosso, Prece de Caritas, Oração de São Francisco
430
9,0%
Total
4.802
100,0%


34. Você costuma ver no centro espírita médiuns exercendo a mediunidade?
As respostas confirmam a impressão de muitos espíritas atuantes, de que a mediunidade está cada vez mais reservada nos Centros. É curioso a pesquisa ter apontado que 36,4% dos espíritas tenham contato regular com o exercício da mediunidade, sendo que 39,3% se declararam médiuns. De qualquer modo, 63,6% responderam negativa ou raramente.

34. Você costuma ver no centro espírita...
Qtde.
%
Às vezes
1.132
23,6%
Não
1.135
23,6%
Raramente
788
16,4%
Regularmente
1.747
36,4%
Total
4.802
100,0%

35. Você sabe ou teve notícia de quem foi em outra encarnação?
O espiritismo é a filosofia que mais explica sobre a reencarnação que é uma crença não só dos espíritas. Apesar disso e do processo de comunicação com os espíritos instalados em todos os Centros, a grande maioria respondeu que não teve nenhuma informação sobre suas encarnações passadas.
35. Você sabe ou teve notícia de quem foi...
Qtde.
%
Não tive nenhuma informação sobre outra encarnação
3.650
76,0%
Sim e acredito que possa ser verdadeira
1.011
21,1%
Sim, mas não creio seja correta
141
2,9%
Total
4.802
100%

36. Você tem alguma lembrança de outra encarnação?
Embora as pessoas possam não ter tido nenhuma informação, de alguma maneira poderiam reter algumas lembranças de vidas anteriores, mas ocorreu o contrário, 77,6% disseram que não.

36. Você tem alguma lembrança de outra...
Qtde.
%
Não
3.728
77,6%
Sim
1.074
22,4%
Total
4.802
100%

37. Você sabe ou tem alguma informação de quem é o seu guia ou protetor espiritual?
Apesar de a Doutrina Espírita informar que todas as pessoas possuem esse apoio durante a encarnação, na figura de alguém da sua família espiritual e, não obstante toda casa espírita ter reuniões mediúnicas e a pesquisa mostrar que 39,3% dos respondentes são médiuns, mais de ¾ informaram nada saber a respeito.

37. Você sabe quem é o seu guia...
Qtde.
%
Não tenho informação a respeito
3.613
75,2%
Sim e acredito que possa ser verdadeira
1.052
21,9%
Sim, mas não creio seja correta
137
2,9%
Total
4.802
100%

38. Você contribui mensalmente em dinheiro para o Centro ou Instituição Espírita? [Manutenção do Centro]
Menos da metade dos espíritas contribuem para a manutenção das casas espíritas. Os frequentadores que contribuem totalizam 26,9%. Os trabalhadores com 65,5%.

38. Você contribui manutenção do Centro...
Qtde.
%
Não
2.563
53,4%
Sim
2.239
46,6%
Total
4.802
100%

38. Você contribui mensalmente em dinheiro para o Centro ou Instituição Espírita? [Atividade Social]
Pouco mais da metade costuma contribuir com as atividades sociais.

38. Você contribui para atividade social...
Qtde.
%
Não
2.323
48,4%
Sim
2.479
51,6%
Total
4.802
100%

39. O Centro de que frequenta ou participa mantém os mesmos dirigentes a duas ou mais gestões?
Há décadas que se escuta no movimento espírita que muitas casas mantém o mesmo grupo na direção. A pesquisa confirma mostrando que 58,3% informaram que permanecem os mesmos dirigentes mudando ou não de cargos.
Eles alegam que assim fazem por não encontrarem outros colaboradores interessados, mas pode ser que a falta de candidatos seja consequência do estilo de gestão que afasta e intimida as pessoas.

39. O Centro mantém os mesmos dirigentes...
Qtde.
%
Não
576
12,0%
Não sei
1.428
29,7%
Sim, em cargos diferentes
1.276
26,6%
Sim, nos mesmos cargos
1.522
31,7%
Total
4.802
100%

40. Você respondeu a pesquisa anterior de 2015?
A segunda edição da Pesquisa em 2016 alcançou apenas 3,3% dos espíritas que responderam à pesquisa anterior.
40. Você respondeu a pesquisa anterior...
Qtde.
%
Não
4.642
96,7%
Sim
160
3,3%
Total
4.802
100%





Anexo à Pesquisa para Espíritas 2016
Jorge Elarrat

Análise de Conglomerados (clusters)
Trata-se de ferramenta estatística que identifica características semelhantes dos indivíduos da pesquisa, criando grupos cujos integrantes sejam tão semelhantes entre si quanto diferentes dos outros grupos, quanto possível.
Aplicando-se a técnica de Análise de Clusters, pelo método K-means, para identificar 5 clusters, com as distâncias ortogonais calculadas de forma euclidiana, entre as variáveis normalizadas e admitindo um resíduo de 1% da base, foi possível identificar os seguintes perfis:
Grupo 1: OS RACIONAIS (14% do total)
Grupo 2/3 masculino formado por jovens com condição salarial razoável (5 SM) que não se sente atraído ao Espiritismo pela fenomenologia, desinteressado por mediunidade e contato com o mentor ou informações sobre vidas passadas, não se ocupa de tarefas como o passe e suas ideias são pouco aproveitadas pelas Casas. Participa com regularidade do Movimento sem muito envolvimento com os cursos, mas vendo-o como um local de aprendizado racional em que 26% questionam as Obras Básicas. Colabora financeiramente com o movimento, embora não de forma muito efetiva. 88% são voluntários.
Grupo 2: OS USUÁRIOS (23% do total)
Quase totalmente feminino (97%) é o grupo que tem a menor média de idade (27 anos) e a menor faixa de renda (3 SM). Usufrui dos serviços da casa, participando de treinamentos, tarefas e cursos, mesmo não os avaliando de forma muito satisfatória. Demonstra um maior interesse por mediunidade e pelas questões de caráter fenomênico, mas sua característica mais marcante é a utilização da casa sem contribuição financeira, seja para o custeio das instituições, seja para a manutenção das atividades assistenciais. 70% são voluntários.
Grupo 3: OS MÉDIUNS (20% do total)
Formado predominante por mulheres (3/4), com idade média de 36 anos, tem como principal característica a mediunidade (93%). Participa dos treinamentos e cursos da casa e considera que os cursos são bons. É o grupo destacado como o mais interessado em fenômenos e que mudou sua alimentação. A maioria absoluta sabe algo de suas encarnações anteriores e mantem contato com o mentor, assiste fenômenos regularmente e parcela considerável contribui para a manutenção do Movimento, ao mesmo tempo em que é o grupo que mais reclama da pouca mudança nas lideranças das Casas. 90% são voluntários.
Grupo 4: OS MANTENEDORES (20% do total)
Formado predominante por mulheres (6/7), com idade média de 32 anos, tem como principal característica o interesse em colaborar com a manutenção da Casa, sejam as atividades administrativas (76%), sejam as assistenciais (92%). Participa pouco dos treinamentos e cursos da casa e algumas vezes os considera bons. É o grupo destacado como menos interessado em suas outras encarnações (7%) e demonstra pouco interesse por mediunidade e fenômenos. Pouco se interessa pelo movimento em si, desconhece a AME e lê pouco. 80% são voluntários.
Grupo 5: OS LÍDERES (23% do total)
É o grupo de maior faixa etária (40 anos), melhor condição econômica (6 SM) e maior escolaridade, todos os integrantes têm curso superior. É o grupo dos trabalhadores do Movimento e é formado predominante por mulheres (5/8) em que 71% atuam como passistas. Menos de 50% são médiuns, mas se destacam por ser o grupo que mais realiza o Culto do Evangelho no Lar (87%), em que 89% têm familiares espíritas, sendo o grupo mais capacitado na Casa, que os considera de bom a ótimo. São os melhores leitores, tanto de Chico Xavier (100%) como de Divaldo (61%). Colaboram significativamente na manutenção do movimento (75%), mas apresenta baixo interesse em suas outras existências (13%). Quase metade critica a longa permanência das lideranças.
Fim

Veja todas as postagens sobre os resultados da Pesquisa para Espíritas 2016:


Resultados - Pesquisa para Espíritas de 2016 - Parte 3 de 3